A produção de energia para autoconsumo fotovoltaico compensa efetivamente?

O sistema de geração de energia elétrica distribuída, também chamada de COMPENSAÇÃO, se a quantidade de energia produzida no mês for maior a energia consumida, o credito será abatido nos meses seguintes, de forma que, no decorrer dos 12 meses o único valor pago pelo consumidor, será o valor correspondente a taxa de disponibilidade, que é a taxa mínima cobrada pela distribuidora de energia elétrica. que é 30kwh para ligações tipo monofásico, 50kwh para ligações tipo bifásico e de 100kwh para ligações tipo trifásico.

Tenho que pagar alguma taxa?

O sistema de geração de energia elétrica sendo bem dimensionado, a única taxa de responsabilidade do consumidor será o custo de disponibilidade, ou taxa mínima, é um valor cobrado pelas concessionarias por disponibilizar a energia elétrica na unidade de consumo, mesmo que não exista nenhum consumo de energia a distribuidora cobra uma taxa de acordo com o padrão do consumo.

  • Ligação padrão monofásico a taxa será de 30 kWh
  • Ligação padrão bifásico a taxa será de 50 kWh
  • Ligação padrão trifásico a taxa será de 100 kWh

A cobrança da taxa de disponibilidade ocorre porque a empresa tem que manter seu sistema elétrico e sua estrutura de atendimento em perfeito funcionamento para que o consumidor possa utilizar a energia no momento em que desejar. Ou seja, mesmo que o interruptor não seja acionado, deve ser mantida em estado de prontidão toda a rede elétrica para atendimento à unidade consumidora. É o chamado custo de disponibilidade, presente nas tarifas aplicáveis ao faturamento de unidades consumidoras atendidas em baixa tensão de fornecimento.

Posso vender o excedente à rede?

Infelizmente não, ainda não é possível a venda do excedente de energia produzida, exatamente por este motivo, o sistema gerador de energia precisa ser bem dimensionado, apenas para cobrir o consumo do consumidor. A próxima meta do setor de energia solar, é a regulamentação e liberação das unidades geradoras entrarem para o mercado de venda de energia, no mercado livre de venda de energia, na mesma praça onde esta sendo produzida, economizando os autos custos nas tarifas de distribuição de energia.

4. Quais são os preços ? (base Março 2018)

Consumo mensal – Sistema solar equivalente – Custo médio – número de placas – Área
136kwh 1.3kwp 08.500,00 a 09.500,00 04 placas de 340w 11m2
160kwh 1.6kwp 09.500,00 a 11.000,00 06 placas de 270w 13m2
195kwh 1.9kwp 12.500,00 a 14.500,00 06 placas de 325w 15m2
204kwh 2.0kwp 13.000,00 a 15.000,00 06 placas de 340w 18m2
216kwh 2.1kwp 13.800,00 a 16.000,00 08 placas de 270w 22m2
272kwh 2.7kwp 15.500,00 a 17.800,00 08 placas de 340w 24m2
325kwh 3.2kwp 16.700,00 a 19.500,00 10 placas de 325w 26m2
340kwh 3.4kwp 17.500,00 a 19.900,00 10 placas de 340w 28m2
378kwh 3.7kwp 19.500,00 a 22.800,00 14 placas de 270w 32m2
390kwh 3.9kwp 20.000,00 a 23.500,00 12 placas de 325w 32m2
408kwh 4.0kwp 20.500,00 a 24.500,00 12 placas de 340w 33m2
432kwh 4.3kwp 21.500,00 a 24.900,00 16 placas de 270w 33m2
455kwh 4.5kwp 22.000,00 a 25.500,00 14 placas de 325w 33m2
476kwh 4.7kwp 22.900,00 a 26.500,00 14 placas de 340w 34m2
486kwh 4.8kwp 23.400,00 a 27.500,00 18 placas de 270w 36m2
520kwh 5.2kwp 24.800,00 a 29.000,00 16 placas de 270w 38m2

Preços médio de custo para instalação do sistema de geração de energia elétrica distribuída, sistema conhecido como sistema ON GRID ou sistema de compensação, é o modelo de energia elétrica distribuída mais adotada no Brasil, que é o de “compensação de credito”, quando a quantidade de energia gerada em um determinado período for superior a energia consumida, o consumidor ficará com credito a ser compensado (descontado) no período em que o consumidor utilize mais energia do que foi produzido, isto ocorre devido a um consumo maior esporádico ou no período de menor incidência de irradiação solar.